17519319Durou um dia a volta do sol ao Rio Grande do Sul. O relógio passava da meia-noite de domingo quando, após um sábado de céu azul, o tempo fechou e voltou a chover forte em municípios gaúchos — principalmente na Região Metropolitana.

Em Porto Alegre, caiu granizo em bairros da Zona Norte. O mesmo fenômeno foi registrado em outras cidades, como Alvorada, Canoas e Cachoeirinha.

Na Capital, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) registrou pelo menos nove pontos de alagamentos durante a madrugada, que foram liberados pela manhã. Na Rua Dona Teodora, nas proximidades com a Voluntários da Pátria, agentes chegaram a colocar cavaletes para impedir o trânsito no local.

Saiba como ajudar as famílias atingidas pela chuva no RS
VÍDEO: á história de moradores que acolhem desalojados pela enchente

A Defesa Civil de Porto Alegre está em alerta em função de possíveis alagamentos nas ilhas do Guaíba, mas informa que a chuva não altera a situação do nível da água (atualmente, em 1,95 metro). Apesar da chuva forte, a Defesa Civil do Estado informa que não foram feitas novas remoções.

Segundo o último levantamento do órgão, 8,7 mil pessoas foram prejudicadas pelas enchentes, que afetaram 57 municípios. As prefeituras de Esteio e Rolante já decretaram situação de emergência e encaminharam os documentos à Defesa Civil, que deve homologar os pedidos. A homologação é necessária para que as cidades possam pedir auxílio financeiro.

Apesar de não ter provocado novas remoções, o temporal desta madrugada deixou apreensiva a população que sofreu com alagamentos na última semana — como os moradores de Esteio, onde 600 pessoas ficaram desabrigadas por conta dos efeitos da enxurrada.

— As pessoas estão ligando desde as 1h30min da manhã porque estão pensando em abandonar as suas casas por causa dessa enxurrada. Estão com medo que a água não dê vazão e volte tudo de novo, mas ainda não tivemos chamados de casos de alagamentos — conta o sargento Gilnei Eberhardt, do Corpo de Bombeiros do município.

Bombeiros mirins arrecadam doações para vítimas da enchente
Ministro da Integração anuncia apoio a municípios atingidos pela chuva

Segundo a prefeitura da Capital, áreas próximas ao Arroio Feijó, na Zona Norte, exigem atenção. “Chove muito na região e o arroio está alto, represado pelo Gravataí”, apontava uma mensagem do Sistema de Vigilância Meteorológica de Porto Alegre pelo Twitter. No bairro Sarandi, choveu 40 milímetros entre meia-noite e 3h — o que corresponde a 25% do que choveu na semana passada inteira na região.

A instabilidade deve seguir no domingo na maior parte do território gaúcho, poupando apenas o Norte e a Serra. Ao longo do dia, o sol pode aparecer acompanhado da sensação de abafamento — mas, depois, deve voltar a chover.

O volume de água, acompanhado de temporais com descargas elétricas, deve se intensificar na segunda-feira e persisitir até o início da terça principalmente na Região Metropolitana, na Fronteira Oeste e no Litoral Norte.

57 – Visualizações

Facebook Comentários

Chuva volta ao Estado e municípios registram queda de granizo

| NOTÍCIAS | 0 Comments
Sobre o autor
- Moro na cidade de São José do Rio Preto - SP, sou locutora da Rádio Alpha Gospel tenho o prazer de fazer parte dessa obra dês de sua fundação Missionária Fátima A serviço do Deus Altíssimo. E operando Deus quem impedirá.